Archive for the ‘Internet’ category

Polícia e Interpol desarticulam rede de pedofilia em 23 países, incluindo Portugal

Setembro 16, 2009

A Polícia Federal brasileira está a realizar uma operação com a Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) para desarticular uma rede de pedofilia em 23 países, incluindo Portugal, um dos países onde foram localizados membros da rede criminosa.

A acção policial conjunta pretende uma “repressão à produção e divulgação de imagens com cenas de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes“, segundo informa a Polícia Federal.

No Brasil foram localizados 11 suspeitos de pedofilia e até ao momento sete já foram presos em flagrante nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará e no Distrito Federal.

A Polícia Federal comunicou ainda que outros 60 suspeitos foram identificados nos Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra, França, Canadá, Austrália, Marrocos, Bolívia, México, Bélgica, China, Colômbia, Croácia, Espanha, Holanda, Itália, Noruega, Romênia, Suécia, Suíça, Tailândia, Venezuela e Portugal.

As medidas tomadas no exterior são coordenadas pela Interpol e acompanhadas por adidos da Polícia Federal nos respectivos países. O crime, pela legislação brasileira, está sujeito a penas que podem alcançar oito anos de prisão.

De acordo com o delegado que coordenou a operação, Jessé e Almeida, as novas prisões só foram possíveis devido à nova lei que trata dos crimes de violação que vigora desde Agosto e criminaliza a posse de material relacionado à pedofilia.

A PF informou que novas prisões ainda podem ser feitas, em decorrência dos outros seis mandados de busca e apreensão que ainda devem ser cumpridos.

A identificação do grupo aconteceu após a prisão, em 2008, de um suspeito na cidade de Campinas, interior de São Paulo, que possuía cerca de 100 gigabytes de material de pedofilia no computador e pertencia a uma rede na internet destinada à divulgação de imagens e vídeos.

Anúncios

http://www.livroamarelo.net/

Julho 8, 2009

Se quiser apresentar uma reclamação de um mau serviço, empresa, produto, etc., dirija-se a ao endereço electrónico http://www.livroamarelo.net/.

Em caso de dúvidas sobre determinada empresa, também pode fazer uma busca no próprio site.

livro_amarelo2

PERIGOS DA INTERNET REQUEREM PAIS/MÃES ATENTOS

Julho 3, 2009

Pais e Mães não informam os filho e as filhas dos perigos da Internet, o que é grave, dado que uma criança informada é uma criança mais  prevenida.

A Internet constitui um fascínio para as crianças e jovens e cada vez existem mais  utilizadores nestas faixas etárias.

Segundo Cristina Pontes, Coordenadora do Projecto “EU Kids Online”, em Portugal, os filhos acedem muito mais à Internet do que os pais e, em idades cada vez mais baixas.

Este  alerta adverte Pais e Mães para a necessidade de Formação ao nível parental.

As Associações de Pais e Direcções das Escolas podem e devem, num primeiro momento, recorrer, por exemplo, às acções de sensibilização da Polícia Judiciária de Coimbra, que tem um protocolo com o Ministério da Educação, no Centro, através da  Direcção Regional de Educação do Centro (DREC). Dado que acompanhei este trabalho, foi-me referido, quer por Pais/Mães, quer por Educadores/as e Professores/as como um trabalho de qualidade. (Presumo, não garanto, que o mesmo protocolo abarcará as restantes Direcções Regionais de Educação).

Miúdos Seguros na Net também possui uma longa experiência de formação de Pais/encarregados de Educação.

Uma coisa é certa, há que ser realista, iniciativas de Formação para Pais, terão de ser promovidas a curto prazo. Não basta oferecer um computador a uma criança, é necessário acompanhá-la e explicar-lhe os prós e os contras da utilização da Net.

(Se Pais e Mães representam, de algum modo, “a ordem” e os filhos “a desordem”,- a criança é autora da desordem porque tudo está sempre a mudar em torno dela -a “ordem” dos Pais organiza-se por movimentos repetitivos. Para a criança, a vida encontra-se em constante renovação, é um jogo. Há que ter consciência desta dinâmica!)

internet

FALTAM MANUAIS ESCOLARES PARA TRABALHAR OS VALORES NA ESCOLA

Junho 30, 2009

O inquérito publicado pelo Jornal “Público” de hoje, sobre Inquérito aos valores dos portugueses, revela-nos um instrumento interessante de reflexão.

1. Xavier de Carvalho diz que os professores sentem necessidade de trabalhar os valores nas salas de aula. Contudo lamentam a ausência de directrizes ou de recursos nesta área : “Ficamos dependentes do seu bom senso e não se pode estar a sobrecarregar eternamente os professores” e defende a criação de programas e  manuais escolares.

Ora muito me apraz a expressão”…não se pode estar a sobrecarregar eternamente os professores”, afinal, sempre existem vozes que se erguem a favor do muito que se pede à escola. Hoje, pede-se quase tudo à Escola.

2. Também ficamos a saber que”O Instituto Luso-Ílirio para o Desenvolvimento Humano e a Universidade Católica Portuguesa estão a desenvolver um manual para o 1º ciclo, com exercícios e jogos para trabalhar competências como o respeito pelos outros”.

Fico estupefacta com o desenvolvimento de competências para trabalhar os outros.

E porquê?

Como é possível trabalhar o respeito pelo outro, se não começarmos por trabalhar o respeito por nós próprios? Será que continuamos a viver de ilusões e não queremos enfrentar o nosso próprio Eu? Será que dói assim tanto, que as crianças não podem suportar? Ou será que, no 1º ciclo, as crianças são muito “novinhas” ainda para serem incentivadas a desenvolverem a auto-responsabilidade?

Em resumo, como é confortável abandonarmos a investigação da qualidade do mundo em que vivemos, dos ganhos e  perdas, gostos e desagrados.

valores